Casa Pirenópolis

Lef a   ep   r00   imagem f
Lef a   ep   r00   imagem a
Lef a   ep   r00   imagem b
Lef a   ep   r00   imagem e
Lef a   ep   r00   imagem c
Lef a   ep   r00   imagem d
Lef a   ep   r00   planta   03ak

FICHA TÉCNICA

Casa pirenópolis

 

local

Condomínio Parque da Estalagem. Pirenópolis - GO

 

ano

projeto  2018

 

áreas

área do terreno  462,36m²

área construída  158,1m²

 

autores

Pedro Grilo

 

equipe

Ana Paula Kouzak

Júlia Gratone

Juliana Dullius

Sarah Almeida

 

imagens

Juliana Dullius

Casa Pirenópolis

 

O primeiro projeto da CoDA na cidade de Pirenópolis-GO foi feito a pedido de um simpático casal cheio de personalidade, ambos estudiosos de arquitetura e comprometidos com o meio ambiente. A ideia era criar uma casa onde pudessem relaxar e curtir os fins de semana com a filha, a família e os amigos.

 

No condomínio em questão, as casas não possuem cercas e privilegia-se a integração com a natureza presente ao redor e no próprio lote. Sendo assim, um dos pontos de partida para o partido do projeto foi o de manutenção da vegetação existente, conciliando as necessidades da família nos espaços ociosos do lote.

 

Propõe-se a inserção de dois volumes ortogonais, um contendo as áreas sociais e o outro as áreas íntimas. Os blocos são conectados por um grande deck e a passagem dos moradores entre as duas partes é protegida por um pergolado, ambos feitos em madeira, buscando um certo mimetismo com o ambiente e também tentando preservar ao máximo a área de solo permeável do terreno. A continuidade interior-exterior por meio de generosas aberturas e esquadrias de vidro foi outro modo de valorizar a natureza ao redor.  As esquadrias são emolduradas graças a plasticidade de taipa que permite a criação de chanfros que compõem as fachadas e formalizam a unidade projetual.

 

A filosofia de respeito ao entorno e as tradições locais fica evidente também pela escolha da taipa de pilão como material principal para o projeto. Presente em toda cidade esta forma de construção do passado tem grande valor para a memória do povo brasileiro, além de estar em consonância com os valores ambientais que os proprietários desejam viver. A taipa de pilão é considerada uma solução ecológica, entre suas vantagens estão sua durabilidade, o conforto térmico, o aproveitamento da terra retirada da própria região onde a obra será executada, eliminando a necessidade de transporte de outros materiais. Além disso, até mesmo em seu descarte, o material demonstra ser uma opção amigável ao meio ambiente, voltando a sua forma original, não deixando resíduos.

 

O bloco social é composto pela área de serviço, um banheiro completo, a cozinha e uma sala, reversível em quarto. A ideia é foi criar um bloco autônomo que permitiria a família construir este primeiro, caso deseja-se, além de ser um espaço para o convívio ou recepção de hóspedes, por meio da sala de tv, que pode ser revertida em quarto.  Ainda neste bloco, foi projetada uma escada para a cobertura que dá vista para o Morro do Frota. Com um programa enxuto, o segundo bloco é composto apenas por dois quartos e um banheiro compartilhado, o necessário para a família aproveitar seus finais de semana na região. 

Lef a   ep   r00   corte aa2